top of page

Ladrar – um comportamento natural para o cão e problemático para o dono!

Atualizado: 29 de set. de 2022

O ladrar excessivo dos seus cães é um problema real que vários donos enfrentam diariamente.


Como forma de tentarmos ajudar a solucionar os problemas que causa este comportamento natural dos cães aos seus donos neste pequeno artigo distinguiremos quatro formas diversas de ladrar. Esta distinção é de extrema importância para compreendermos este comportamento e lidarmos com ele no dia a dia dos nossos cães.


Assim, o ladrar do nosso cão poderá ser “de alerta” – este tipo de ladrar tem um significado duplo na linguagem canina: por um lado, serve para avisar os restantes habitantes da casa que foi avistado um estranho nas redondezas, e por outro lado, alerta o estranho de que a sua presença já foi avistada e o aviso foi dado. É claro que este tipo de ladrar, terá uma maior propensão de se revelar nas raças de cães criadas para guarda de objectos ou do território. Um exemplo nato de “ladrador obsessivo” é o pastor alemão, que apresenta um ladrar de alerta constante.

Ensinar ao seu cão o sinal verbal de “ladra” e “silêncio” pode ser uma ferramenta de apoio para lidar melhor com o ladrar excessivo do cão. Não usem nunca nenhum desses sinais verbais sem que o seu cão saiba exatamente o que eles significam.


Um outro tipo de ladrar que todos os donos já experienciaram, provavelmente os donos dos cachorros com uma maior frequência, é o ladrar “de exigência de atenção”. Este ladrar pode ser a exigir contacto com o dono, comida, um brinquedo, algo que o vosso cão sabe que está ao vosso alcance proporcionar-lhe e, ladrando pede que o desejo dele seja concretizado. Este comportamento de ladrar é desenvolvido nos cães desde muito novos, que vocalizando os seus latidos recebem por parte do dono atenção, muitos dos donos incitam o ladrar durante as brincadeiras que proporcionam ao seu cão. Deste modo o comportamento de ladrar demonstrado pelos cães funciona para o pretendido por aqueles, o que leva a que o pratiquem cada vez mais. Neste tipo de ladrar é incluído o ladrar quando está confinado, o ladrar quando pretende que lhe abram a porta e acesso ao jardim, o convite para brincar com o outro cão ladrando, enquanto se aproxima.

Como forma de prevenção não estimule o ladrar no seu cachorro se este ladrar pedindo atenção ignore-o ate este apresentar um outro comportamento como por exemplo deitar-se, ir buscar um brinquedo, etc.

“Ladrar como demonstração de medo” – este tipo de ladrar é frequente nos cães que vivem em centros urbanos, pois diariamente têm de lidar com estímulos que não são os próprios da sua natureza e quando são submetidos a um determinado estímulo e reagem com medo do mesmo os cães ladram para expressar a necessidade do aumento de distância daquele. Podemos afirmar que é o ladrar desesperante de um cão que pede para que aquele estímulo não se aproxime dele (este tipo de ladrar é facilmente demonstrado nos comportamentos de cães que ladram para os outros enquanto vão a passear de trela no outro lado da rua. Este tipo de ladrar avisa quem se encontra próximo de que este cão está desconfortável com a sua presença e se se aproximar o cão irá reagir mal. Assim caso se cruze com um cão com este comportamento na rua aumente a distância do mesmo, ofereça-lhe espaço para que o mesmo possa lidar com o medo que sente da sua presença ou da presença do seu cão. Se o seu cão apresenta este comportamento contacte um especialista em comportamento animal de forma a ser definido um protocolo de trabalho, ajudando o seu cão a lidar com os medos que os estímulos lhe causam e demonstrar outros comportamentos perante a presença daqueles. Lembre-se trabalhe sempre com o seu cão em positivo! Não submeta o seu cão ao sofrimento e dor em prol do treino!

“Ladrar como demonstração de tédio e frustração” – este último tipo de ladrar avisa os donos de que as necessidades de exercício físico ou estimulação mental e social do seu cão não estão a ser satisfeitas. Assim, se ouve o seu cão a ladrar sentado no meio da sala, ou não conseguindo parar durante o dia para descanso o cão anda de um lado para o outro ladrando para o ar, isto é sinal que o seu cão precisa dedicar mais tempo a vida social, uma maior estimulação física e mental, visto estar entediado com o seu ritmo de vida. Ofereça ao seu cão mais estimulação mental, torne os passeios mais interessantes. Em casa ofereça a alimentação ao seu cão exclusivamente com estímulo mental, através de brinquedos dispensadores de ração, jogos de procura… Pondere visitar uma turma de aulas de grupo para o seu cão poder encontrar um grupo de amigos caninos com quem possa estabelecer laços sociais.


O ladrar é uma forma natural do cão expressar-se.Devemos estar preparados para que este comportamento não nos surpreenda ou se torne uma fonte de irritação para nós.


Espero que este pequeno artigo vos ajude a compreender melhor o vosso cão.

29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page